Notícias

22 de Julho de 2021

Pesquisadores da UESPI, UFPI e IFPI desenvolvem software sobre transplante de órgãos e são indicados para receber premiação internacional

Por Arnaldo Alves

Pesquisadores da Universidade Estadual do Piauí (UESPI), Universidade Federal do Piauí (UFPI) e Instituto Federal do Piauí (IFPI) foram indicados pelo Comitê Editorial do periódico científico Human Imunology, a sessão de prêmios do Congresso Anual Americano de Histocompatibilidade (ASHI) de 2021 em Orlando – Estados Unidos.

A indicação foi feita graças a importância e ao grande número de visualizações e citações de uma pesquisa sobre transplante de órgãos, publicada na revista científica Human Imunolog.

Entenda do que se trata a pesquisa:

Para que seja possível realizar um transplante de órgãos é necessário que antes seja feito uma série de exames, que demostram se determinado órgão será rejeitado ou não pela pessoa na fila de espera. O software criado por pesquisadores das três maiores instituições de Ensino Superior público do Piauí demonstra com mais precisão a compatibilidade entre doador e receptor.

O estudo consiste em um banco de dados gratuito de estruturas 3D de moléculas HLA classe I e classe II, que servem de auxílio para que a comunidade de imunologistas e imunogeneticistas tomem decisões com o intuito de diminuir o risco de rejeição no processo de transplante de órgãos.

A equipe de profissionais

A indicação é fruto da pesquisa desenvolvida por Deylane Menezes Teles, sob orientação dos professores Adalberto Socorro da Silva e Semiramis Jamil Hadad do Monte, do doutorado em Biotecnologia – RENORBIO da UFPI.

O coordenador do Grupo de Química Quântica Computacional e Planejamento de Fármacos da UESPI, Francisco das Chagas Alves Lima, é o representante da UESPI na pesquisa. Segundo ele, a equipe envolvida no trabalho conta com médicos, químicos, biólogos e cientistas da computação.

“Esse projeto é uma grande contribuição científica das três maiores instituições de Ensino Superior do Piauí. A equipe foi liderada pelo professor Adalberto e pela professora Serimaris, que nos convidaram para unir esforços e desenvolver esse importante trabalho para área de doação de órgãos, podendo dessa forma salvar várias vidas a espera de um transplante”, destacou o docente.

Professor do curso de Química da UESPI, Francisco das Chagas Alves Lima

Além do do Grupo de Química Quântica Computacional e Planejamento de Fármacos, participam da ação integrantes do Laboratório de Imunogenética e Biologia Molecular (LIB-UFPI) e do Laboratório de Pesquisa em Sistemas de Informação (LaPeSI-IFPI).

Seu curso tem um projeto bacana e quer ver ele aqui no site da UESPI?
Envie informações à Ascom para o email: comunicacao@uespi.br

Siga a #NossaUespi nas redes sociais: Twitter, Facebook, Instagram e Youtube.

scatvids.club A LOT OF CRAP javcinema.com