Notícias

28 de Maio de 2021

Pesquisador da UESPI que identificou moléculas no Jaborandi e Buriti com capacidade de inibir a Covid-19 é destaque no Japão e na Ucrânia

Por Arnaldo Alves

O professor Dr. Francisco das Chagas Alves Lima, do curso de Química da Universidade Estadual do Piauí (UESPI), campus Poeta Torquato Neto – Teresina, recebeu, neste mês de maio, dois convites internacionais para apresentar detalhes das pesquisas que identificaram moléculas no Jaborandi e no Buriti com capacidade de inibir a Covid-19.

As pesquisas são do Grupo de Química Quântica Computacional e Planejamento de Fármacos da UESPI, no qual o docente Francisco das Chagas atua como coordenador. Os convites foram feitos pela Academia de Ciência da Ucrânia, responsável pela 10º Conferência Global sobre Ciência e Engenharia de Materiais e por representantes do 9º Congresso Mundial Anual de Materiais Avançados, do Japão.

Professor do curso de Química da UESPI, Francisco das Chagas

Professor do curso de Química da UESPI, Francisco das Chagas

De acordo com o coordenador do Grupo, professor Dr. Francisco das Chagas, os eventos acontecem entre os dias 1 e 4 de agosto de 2021 (online – Ucrânia) e 11 a 13 de maio de 2022 (provavelmente presencial – Japão).

“Estamos muito felizes pelo alcance e o impacto que os trabalhos do Jaborandi e Buriti estão atingindo. Nossas pesquisas estão sendo reconhecidas pela comunidade internacional, com um número muito grande de visualizações dos artigos na Molecular Simulation e Journal of Biomolecular Structure and Dynamics, revistas que publicamos os trabalhos sobre Jaborandi e Buriti. Essa visibilidade tem aberto várias possibilidades de parcerias internacionais. Isso é muito gratificante. Nos eventos, vamos abordar o que nosso grupo trabalha, a repercussão na mídia, nossos resultados mais significativos e, claro, iremos falar dos trabalhos do Jaborandi e do Buriti”, ressalta o professor.

Pesquisas

Com destaque internacional, o Grupo liderado pelo professor Francisco das Chagas atua, desde 2009, com objetivo de identificar recurso naturais, plantas típicas do Brasil com potencial farmacológico.

Em junho de 2020, o Grupo identificou substâncias extraídas no óleo da fruta de Buriti com capacidade de inibir a Covid-19. Em janeiro deste ano, os pesquisadores também encontram compostos na planta Jaborandi com possível capacidade de impedir o agente causador do novo coronavírus.

Após os testes in silico, a UESPI assinou termos de cooperação para o financiamento das pesquisas sobre o Jaborandi e Buriti com a empresa paulista Sourcetech Química LDTA e a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí – FAPEPI, respectivamente.

Segundo o professor Francisco das Chagas, no total, os investimentos giram em torno de 136 mil reais. “Acredito que a UESPI irá caminhar para um novo horizonte em 2021. Os exemplos são esses dois projetos que aprovei. O reitor Evandro Alberto está fazendo um excelente trabalho à frente da Instituição. Mesmo com os cortes que a ciência sofre atualmente no Brasil por parte do Governo Federal, conseguimos o apoio da Sourcetech Química LDTA e da FAPEPI. Como esse aporte financeiro, vamos dar continuidade em nossas pesquisas”, ressalta o docente.

Os testes in vitro irão ocorrer na primeira quinzena de junho, em São Paulo, pela empresa Quasar Bio Apoio à Saúde LTDA.

Professor entre os melhores cientistas do mundo

E por falar em pesquisas, o curso de Química da UESPI, campus Poeta Torquato Neto, também conta com um professor entre os cientistas mais influentes do mundo: o docente Laécio Santos aparece no top 2% de melhores cientistas do mundo, de acordo com o artigo da Uni Stanford, divulgado pela revista Científica Plos Biology.

Professor Laécio Cavalcante em um laboratório da UESPI

Professor Laécio Santos em um laboratório da UESPI| foto: Arnaldo Alves

Atualmente, o professor Laécio é o piauiense mais bem colocado na lista dos melhores pesquisadores do mundo inteiro. Ele também é o único piauiense que atua em uma instituição de Ensino Superior Pública do Estado mencionado na lista.

Para saber mais sobre os índices do pesquisador, acesse a matéria divulgada no site da UESPI com a trajetória de Laécio Santos.

Seu curso tem um projeto bacana e quer ver ele aqui no site da UESPI?
Envie informações à Ascom para o email: comunicacao@uespi.br

Siga a #NossaUespi nas redes sociais: Twitter, Facebook, Instagram e Youtube.

scatvids.club A LOT OF CRAP javcinema.com