Notícias

3 de Outubro de 2013

UESPI firma parceria com o III Prêmio Cidade de Teresina de Educação no Trânsito

O III Prêmio Cidade de Teresina de Educação no Trânsito, lançado pela Prefeitura de Teresina, em parceria com a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito – Strans, através do Projeto Vida no Trânsito, visa discutir e implementar novas ideias no sentido de melhorar a condição do trânsito na cidade. Neste ano, grande parte das categorias enfoca a questão do álcool e dos motociclistas. As premiações variam de R$ 3.000,00 a R$ 500,00, sendo que as inscrições já se iniciaram, e vão até o dia 29 de outubro.

A Universidade Estadual do Piauí, UESPI, entra neste ano como mobilizadora e incentivadora do prêmio, e há categorias que são dedicados somente a alunos de cursos superiores, das quais o alunado da instituição poderá participar. Uma delas, inclusive, premia artigos feitos com base no tema “O motociclista e as leis do trânsito”.

Para o Pró-Reitor da PREX, Marcelo Neto, a participação dos universitários da UESPI no prêmio é importante, pois a Universidade também é um espaço de vanguarda e de discussão de ideias. “A participação dos estudantes da UESPI vem a aproximar os futuros professores e bacharéis formados pela nossa Universidade a posicionar-se de forma mais consciente no que se refere à educação no trânsito. E funcionarem também como multiplicadores das ideias, destes posicionamentos no que se refere ao trânsito. Um outro viés é o de despertar ou aproximar a academia das discussões a respeito do trânsito mais seguro, mais salutar a toda a sociedade da cidade”, finalizou.

A gerente de Educação no Trânsito da Strans, Samyra Motta, também ressaltou o quão válida é a participação dos universitários e de toda a sociedade no prêmio. “É um público que todos os dias enfrenta os problemas do trânsito, e pode enxergar as coisas de perto. E com este prêmio pode levar suas ideias e pensamentos até nós, pois é importante saber a opinião de quem está de fora”. Samyra ainda destacou que o público universitário é importante, pois é composto de pessoas que ainda estão começando a dirigir e a tirar a carteira de habilitação, e assim já estariam por dentro destas discussões desde o começo de sua vida como motoristas.

Uma das categorias do prêmio diz respeito à criação de sistemas de software ou hardware para fiscalização ou monitoramento do trânsito na cidade. E, na UESPI, já há um projeto neste sentido, feito pelo grupo OPALA (Omnipresent and Pervasive Systems Laboratory – Laboratório de Sistemas Onipresentes e Pervasivos), que consiste num equipamento capaz de aferir a quantidade de usuários de transporte coletivo na capital, que pode ajudar a propor estratégias para que este tipo de transporte seja melhorado.

Outra categoria do prêmio se dedica à fotografia. Ela é aberta para toda o público, e procura enfocar o olhar das pessoas sobre a realidade do trânsito na cidade. A seleção só admite fotografias inéditas, que nunca tenham sido divulgadas anteriormente, e sem modificações, como montagens.

Para mais informações, segue o edital completo:

Edital III Prêmio Cidade de Teresina de Educação no Trânsito

Ficha de Inscrição

Por Jônatas Freitas, estagiário Ascom – UESPI

Seu curso tem um projeto bacana e quer ver ele aqui no site da UESPI?
Envie informações à Ascom para o email: comunicacao@uespi.br

Siga a #NossaUespi nas redes sociais: Twitter, Facebook, Instagram e Youtube.