Editais E ERRATAS

30 de Setembro de 2021

Outubro Rosa: Professora alerta sobre cuidados e prevenção com o câncer de mama

Texto e arte: Dalila de Azevedo Silva | Supervisão: Indira do Vale

Falar sobre o câncer de mama não é simples, a cada ano esta doença é responsável pela morte de milhares de mulheres no mundo. O câncer não é algo certo, mas o risco sim, então cuidados como ter uma alimentação mais saudável, a prática de atividades físicas, amamentação e o autoexame são algumas das ações que podem salvar muitas vidas.

 

O mês rosa e seu surgimento

O movimento conhecido como Outubro Rosa começou a surgir em 1990 quando aconteceu a primeira Corrida pela Cura, feita em Nova York, e desde então, é promovida anualmente na cidade. O seu símbolo de campanha, o laço cor de rosa, foi lançado pela Fundação Susan G.Komen for the Cure.

No entanto, somente em 1997  é que entidades das cidades de Yuba e Lodi, também nos Estados Unidos, começaram a promover atividades voltadas ao diagnóstico e prevenção da doença, escolhendo o mês de Outubro como epicentro das ações. Hoje, o Outubro Rosa é realizado em vários lugares do mundo.

Alguns dados que envolvem esta campanha…

No Brasil, o Instituto Nacional de Câncer (INCA) estima que entre 2020 e 2022, para cada ano sejam diagnosticados 66.280 novos casos de câncer de mama, além de que em 2017 ocorreram 16.724 óbitos. Não há um fator de risco específico para o câncer de mama, entretanto a idade acima dos 50 anos e fatores genéticos, hereditários e o sedentarismo são os principais motivos para o aumento do risco de desenvolver a doença.

Como em quase todo o mundo, a incidência brasileira do câncer de mama vem aumentando ano a ano a uma taxa de cerca de 2%. A professora e enfermeira, Antonia Lucimary, descreve alguns dos motivos para o aumento de casos: “O porquê dos casos estarem aumentando não é uma resposta tão simples, porque são causas multifatoriais. Inicialmente, o fato de hoje se falar mais abertamente sobre o diagnóstico de câncer já explica uma pequena parcela da percepção de aumento. Há algumas décadas, o diagnóstico de câncer era estigmatizado, com a perda do estigma ocorre a utilização em larga escala da mamografia com ampliação do diagnóstico, levando a percepção do aumento de casos”, destacou a docente do curso de Enfermagem de Picos.

Qual o melhor momento para se fazer o exame?

De acordo com a realidade da mulher, o período de tempo para se fazer a mamografia pode variar, em regra mulheres já com mais de 30 anos devem fazer anualmente, mas se houver já casos hereditários na família é recomendado começar já aos 25 anos.

Quais as opções de tratamento?

O diagnóstico precoce é o principal mecanismo para impedir a evolução do câncer de mama, quanto mais cedo se começa o tratamento maiores são as chances de tratamento e cura. No entanto, a depender do quão esteja evoluído o câncer é disponibilizado uma série de tratamentos, dentre estes temos a cirurgia, radioterapia, imunoterapia, quimioterapia e entre outros.

Uespi e o Outubro Rosa

A UESPI apoia este movimento, pois a importância de trazer e debater temáticas como esta corrobora para uma sociedade mais informada e além de tudo, trazer ao público uma consciência sobre os perigos da doença.

A professora, Antonia Lucimary, ainda reforça a importância de discutir sobre a temática na Universidade: “O mês rosa está passando quase em branco no Brasil, algo compreensível em decorrência da gravidade da pandemia de Covid-19 que nos devasta e que vem demandando quase todas as atenções do sistema de saúde. De qualquer maneira, vale a pena reforçar a importância da prevenção desse câncer, nas academias, cujo impacto passa pela identificação dos grupos de risco, da sensibilização da população quanto a seus riscos individuais e do acesso à mamografia de rastreamento que é o exame padrão ouro em programas de prevenção de câncer de mama”, pontua a professora.

O movimento do combate ao câncer de mama não pode ser desenvolvido somente através de um mês simbólico, mas deve ser algo promovido durante todo o ano, e tem que ser de maneira geral, pois todos nós temos na vida uma mulher especial.

Essa sua luta também é sua!

scatvids.club A LOT OF CRAP javcinema.com