Notícias

2 de Setembro de 2021

Campus de Picos: Estudantes do curso de Enfermagem desenvolvem projeto sobre Autocuidado de gestantes e puérperas

Por Priscila Fernandes

Estudantes e professores do curso de Enfermagem, campus de Picos, promovem ações educativas de saúde que visam levar informações à gestantes e puérperas de municípios piauienses. O projeto trata a respeito da importância do auto cuidado, assim como orienta sobre os cuidados devidos com o recém- nascido.

O grupo realiza atividades em UBS e locais que atinge o máximo de pessoas. Com isso, eles já passaram pelas cidades de Jaicós, Dom Expedito Lopes, São Julião, Belém, Francisco Macêdo, UBS Lagoa Comprida de Picos, Dom Expedito Lopes, Ipiranga, Bocaina e Jacobina.

Composto por nove alunos e professoras ajudantes, o projeto “Autocuidado de gestantes e puérperas e cuidados com o recém-nascido“, também conhecido como cuidados maternos e neonatais, surgiu com a ideia de direcionar a esse público informações necessárias e que, às vezes, gera dúvida. Uma simples ação, quando a mãe for uma conhecedora, pode mudar a sua realidade e a realidade do bebê.

Os estudantes utilizam o Instagram para divulgar suas ações

A Marcilene Luz, estudante do oitavo período, foi a responsável por levar a ideia para a turma. Ela relata que o contato inicial foi com os secretários de saúde de cada município e, posteriormente, com alguns enfermeiros. “Somos uma equipe ativa e que estamos em constante busca por novos conhecimentos e atualizações sobre a saúde humana, assim como também somos envolvidos pelo gosto em multiplicar essas informações. Pensando nisso, eu sugeri aos demais organizadores que investíssemos na ideia de organizar um material bom, com assuntos importantes, voltados para gestantes e puérperas de alguns municípios de pequeno porte”, conta.

Ela acrescenta que trabalhar esses temas na sua graduação é sempre gratificante. “Sempre gostei de disseminar conhecimentos, de ajudar, de interagir. Princípios estes que também são dos envolvidos nessa ação. Diante disso, planejei uma ação de educação em saúde, que envolvesse a importância do autocuidado de gestantes e puérperas por trata-se de fases em que há mudanças no corpo, fisicamente, espiritualmente e psicologicamente. Assim como destacar a importância dos devidos cuidados com os recém-nascidos. Ademais, tenho mais afinidade em estudar e trabalhar com esse público. Desse forma, ao apresentar a ideia aos demais envolvidos, fomos trabalhando, adequando e ajustando para que todos os nossos objetivos sejam alcançados”.

A coordenadora do curso de Enfermagem e também uma das professoras responsáveis pela orientação dos alunos, Enfermeira Drª Gerdane Celene, aponta que a importância da participação dos discentes e do Curso de Enfermagem no projeto é cumprir com a missão da Universidade em prestar serviços à comunidade, atendendo necessidades regionais e demandas sociais de treze cidades do Vale do Guaribas.

“Os discentes participam ativamente da execução do projeto operacionalizando as ações de educação em saúde através de orientações sobre autocuidado de gestantes e puérperas e do cuidado com o recém-nascido. Vale destacar, que as informações ficam ainda mais distantes das pessoas em razão do isolamento social, o que reforça a necessidade de implementar estratégias de educação em saúde, especialmente com gestantes e puérperas por constituírem uma um grupo vulnerável para COVID-19”, destaca a professora.

O projeto cuidados maternos infantis, nessa primeira versão, está como um projeto de extensão previsto para encerrar no mês de setembro com as cidades que já estão agendadas. Futuramente, o grupo buscará trabalhar  em novos projetos, com temas quem envolvam a saúde materna.

Confira o perfil Instagram do projeto: @cuidadosmaternosneonatais.

 

 

 

 

Seu curso tem um projeto bacana e quer ver ele aqui no site da UESPI?
Envie informações à Ascom para o email: comunicacao@uespi.br

Siga a #NossaUespi nas redes sociais: Twitter, Facebook, Instagram e Youtube.

scatvids.club A LOT OF CRAP javcinema.com