Notícias

23 de Outubro de 2020

Professor e estudantes do campus de Parnaíba participam de projeto social Reforço de Luz

Por Priscila Fernandes 

Professor e acadêmicos do campus de Parnaíba, da Universidade Estadual do Piauí (UESPI), estão envolvidos no o projeto social Reforço de Luz, que é uma realização da instituição Luz da Esperança. Esse programa corresponde a um reforço escolar gratuito on-line para alunos de turmas de 2º a 4º ano do Ensino Fundamental, da rede Municipal de Educação selecionadas pela instituição.

O Reforço de Luz é um programa que oferece um reforço escolar de alfabetização e desenvolvimento de raciocínio lógico-matemático para crianças que possuem defasagem nos processos de aprendizagem. Além do reforço intelectual, as crianças também recebem reforço psicológico e emocional, além de acompanhamento de saúde.

Como voluntários, estão envolvidos alunos dos cursos de Pedagogia, Enfermagem, História e Computação. O professor Dario Calçada, do curso de Ciências da Computação, está envolvido no desenvolvimento do projeto. Ele afirma que o Reforço de Luz é concretizado pelo esforço dos voluntários cadastrados na Obra Social Luz da Esperança, bem como outros que virão a integrar a equipe, além de estagiários da área de saúde e educação da UESPI.

O professor Dário Calçada realiza ações na instituição seguindo todas as recomendações da OMS“O Reforço de Luz amplia as possibilidades de aprendizagem dos alunos dando-lhes oportunidades de fortalecer, aprofundar ou suprir carências de conteúdos de matérias dadas em suas respectivas escolas, bem como levar aos mesmos conhecimento e acompanhamento na área da saúde física e psicossocial”, ressalta.

Durante a pandemia as aulas estão sendo remotas, mas sempre com um acompanhamento próximo de cada criança, para que cada um receba o apoio e possa superar as suas dificuldades de aprendizagem. São beneficiados 40 alunos (divididos em duas turmas manhã/tarde). As aulas são às segundas, quartas e sextas-feiras, contemplando as matérias de Matemática, Língua Portuguesa e tema aplicado.

A estudante Lilian Batista, do curso de Pedagogia, é uma das voluntárias. A graduanda do sexto período pontua que o as aulas dos alunos são elaboradas e planejadas para um melhor desempenho individual atendendo de forma efetiva as dificuldades de cada aluno. “Sou professora de matemática dos alunos. Nós desenvolvemos um trabalho de interação e atividades on-line e esse contato com as crianças é muito importante para nós como acadêmicas, que mesmo na pandemia, estamos buscando formas de criar relações de aprendizagem com esses alunos”, explica.

O projeto também assegura que todas as famílias das crianças atendidas recebem acompanhamento de saúde física e psicossocial. Os voluntários visam principalmente uma promoção social das famílias por meio da integração delas no processo de ensino-aprendizagem e pelo crescimento das crianças com interferência direta em reuniões e ações específicas para cada situação.

Os alunos desenvolvem atividades interativas com técnicas de ensino-aprendizagem

As aulas têm previsão de seguirem até o mês de fevereiro de 2021.

Confira o canal no YouTube do projeto. 

Seu curso tem um projeto bacana e quer ver ele aqui no site da UESPI?
Envie informações à Ascom para o email: comunicacao@uespi.br

Siga a #NossaUespi nas redes sociais: Twitter, Facebook, Instagram e Youtube.

scatvids.club A LOT OF CRAP javcinema.com