Notícias

31 de Julho de 2020

UESPI divulga resultado da pesquisa socioeconômica com alunos

A pesquisa socioeconômica realizada pela subcomissão de Ensino, uma das equipes de trabalho do Comitê Gestor de Crise, teve maior a participação dos discentes em comparação com as pesquisas anteriores. O resultado total foi de 5.003 discentes que responderam a 30 perguntas, que tratavam sobre dados sociais do aluno e da família até questões relativas aos meios de acesso a internet e a qualidade desse alcance virtual.

De acordo com a subcomissão de Ensino do Comitê Gestor o objetivo foi conhecer essa realidade socioeconômica dos alunos da UESPI, já que esses dados, quando eles entram para a universidade, são disponibilizados para o Ministério da Educação. Com ciência dessas informações, tanto o Comitê Gestor como a própria Administração Superior e suas pró-reitorias, podem pensar, debater e apresentar projetos e medidas que favoreçam a comunidade discente.

A pesquisa trouxe a participação de discentes dos mais diversos cursos. A primeira pergunta foi identificar o campus do discente.

Gráfico 1

Pela primeira vez, a subcomissão e a própria Administração está, por meio da pesquisa, com dados sobre a escolarização dos pais dos alunos. Importante essa informação para se analisar as influências, as determinações que podem ter a formação escolar dos pais na formação dos seus filhos. O perfil da família também é fator para medidas da UESPI que possam auxiliar e trazer benefícios no estudo e aprendizado da sua comunidade discente. Nas respostas, os pais fizeram até o ensino fundamental (31,6%) e as mães até ensino médio (33,6).

Outra pergunta do questionário foi saber com quem o discente mora atualmente, porque a UESPI pode pensar em políticas de permanência quando aquele estiver, durante os estudos, em repúblicas, casas ou apartamentos alugados. Os alunos, na maioria, com 75,9% moram com pais ou parentes.

Gráfico 2

E dando continuidade as questões relativas aos aspectos do convívio familiar, o questionário informa que o aluno mora com os pais ou parentes e que convivem com ele até três pessoas ( 26,5%) e em segundo lugar a opção de duas pessoas (18,5%). A renda dessa família é, na maioria apontada pela pesquisa, de um salário mínimo (42,2%) e de um e meio até três salários (34,5%).

Os alunos responderam que seus gastos são pagos pelos próprios pais (66,4%) e mesmo aqueles que têm algum ganho, ainda assim, recebem apoio dos pais ( 12,3%).

A partir da questão 21 as perguntas foram direcionadas para conectividade e a qualidade desse acesso.

Gráfico 3

Por essas dados, os alunos possuem acesso regular a internet e que 46,6% é por meio de fibra óptica. No questionário, foi disponibilizado um link com as explicações de cada tipo de internet para auxiliar o aluno na resposta. Quanto a estabilidade, 63,3% disse que era boa, 17,3% era ruim e 11,7% muito boa. Mas também, 3,3% disseram não ter acesso a internet. O questionário também perguntou se, de acordo com sua realidade atual, o discente teria condições de acompanhar aulas remotas de forma satisfatória e 66,9% disseram que sim.

Gráfico 4

O questionário também tinha a pergunta ao aluno sobre o que ele poderia fazer dentro das suas condições da  internet quanto a atividades que podem ser usadas para ensino remoto, como: videoconferência, chats, baixar documentos e vídeos. Em todas as opções, os alunos responderam, em sua maioria, que têm condições de participar de videoconferência (59, 8%), de videoaulas (71%), de chats (74,2%), baixar documentos (83,9%) e assistir a vídeo (82,8%).

Diante das informações, os alunos que participaram (5.003) disseram que podem participar de atividades remotas na UESPI.

Gráfico 5

 

As últimas perguntas aos discentes foram direcionadas para os equipamentos de acesso virtual. Com 94,7%, os alunos responderam que o celular  é o seu principal meio de acesso ao mundo virtual. As outras opções foram computador, notebook e tablet. Porém, 0,5% responderam que não possuem meios de acesso. Mesmo sendo a maioria por celular, os alunos responderam que podem acessar e baixar documentos, como artigos, imagens e vídeos (89,7%). A última pergunta foi para saber se o equipamento usado pelo aluno é compartilhado com outras pessoas. A resposta foi 57,6% é de uso próprio e a segunda opção mais votada foi que ele compartilha com outros membros da família (40,4%).

O questionário foi lançado no dia 01 de Julho e ficou mais de 15 dias no site da instituição. Os dados foram apresentado ao Comitê Gestor de Crise e agora estão sendo disponibilizados no site da instituição.

Seu curso tem um projeto bacana e quer ver ele aqui no site da UESPI?
Envie informações à Ascom para o email: comunicacao@uespi.br

Siga a #NossaUespi nas redes sociais: Twitter, Facebook, Instagram e Youtube.

scatvids.club A LOT OF CRAP javcinema.com