Notícias

5 de Junho de 2020

#Uespificaemcasa: Projeto de Parnaíba é contemplado com ajuda financeira para Assentamentos

Por Priscila Fernandes

Estudantes e professor do curso de Agronomia da Universidade Estadual do Piauí (UESPI), campus de Parnaíba, estão promovendo um projeto de bem-estar social do(a)s assentado(a)s da reforma agrária, na Comunidade Lagoa do Prado, pela adoção de ações agroecológicas e de medidas de combate ao coronavírus. O projeto Bem Viver agroecológico foi um dos 129 projetos selecionados para receberem um auxílio financeiro, pelo Fundo Casa Socioambiental.

O projeto já está em vigência na fase de coleta de informações dessas famílias para diagnosticar suas principais dificuldades. Ele foi pensado com o objetivo de atender as 68 famílias presentes na comunidade Lagoa do Prado, nesse momento difícil que estamos passando. A ação divide-se em duas etapas: a primeira e mais urgente é auxilio emergencial para esses assentados em combate ao coronavírus e a segunda parte será as ações agroecológicas e de medidas combate a Covid-19.

As estratégias imediatas e urgentes da proposta serão baseadas em função cinco pontos principais: Segurança básica; Saúde; Rede de apoio Informação e de Pessoal, ambas hierarquizadas, conforme grau de necessidade.

A metodologia utilizada será a piramidal onde os inferiores são prioridade já que são ligadas diretamente às necessidades básicas para sobrevivência

O professor responsável, Valdinar Bezerra, juntamente aos alunos que são pesquisadores do PIBIC e PIBEU apontam que essas ações foram idealizadas pela necessidade observada na comunidade. O assentamento Lagoa do Prado, localizado em Parnaíba (PI), é uma referência na produção agrícola familiar na região. Diante da pandemia do coronavirus (COVID-19), a comunidade foi prejudicada pelo distanciamento social e ficou vulnerável por não ter as mesmas condições socioeconômicas para lidar e se proteger do vírus por serem mais sensíveis.

“O cenário de crise em assentamentos informais não é novidade. A grande mudança desse cenário atual de pandemia é que se tornou evidente a real importância das comunidades rurais para a produção de alimentos saudáveis para população urbana, entretanto, os mesmos precisam também de ajuda emergenciais básicas de proteção contra os contágios pelo uso de máscaras, de higiene pessoal, de saúde e de informações complementares sobre a COVID-19”, relata.

O projeto já foi iniciado e está em fase de diagnóstico. Esse diagnóstico corresponde a um questionário de 28 perguntas que essas famílias devem responder, após isso, o Comitê responsável pela coleta de informações e tomada de decisões irá mapear as principais necessidades dos moradores.Foi criado um grupo Whatsaap,  para disponibilizar um formulário observatório. Nele as famílias estão respondendo as informações necessárias para o mapeamento. Até o momento 53 famílias (68 famílias da associação) já responderam o questionário.

Projeto é selecionado e financiado pela instituição Fundo Socioambiental Investindo em Cuidar

Na seleção, foram recebidas 526 propostas de todo o Norte e Nordeste. O projeto do campus de Parnaíba está entre os 129 selecionados.

Devido às dimensões continentais do Brasil, e a desigualdade na distribuição da infraestrutura, as políticas públicas podem demorar meses até chegar a locais distantes, com pouco ou nenhum acesso a meios de comunicação. Por este motivo, foram escolhidos projetos que contemplem ações sanitárias de combate, detenção e prevenção ao avanço do vírus,  suas consequências ao sistema de saúde, garantia aos direitos básicos e na redução do impacto socioeconômico gerado pela crise da pandemia.

Confira a lista dos selecionados.

Seu curso tem um projeto bacana e quer ver ele aqui no site da UESPI?
Envie informações à Ascom para o email: comunicacao@uespi.br

Siga a #NossaUespi nas redes sociais: Twitter, Facebook, Instagram e Youtube.

scatvids.club A LOT OF CRAP javcinema.com