Notícias

12 de Março de 2020

Pesquisadores da UESPI desenvolvem estudos sobre meme “Suricate Seboso”

Por Priscila Fernandes
O Brasil ficou conhecido popularmente como país “Rei dos Memes”. O meme que pode ser compreendido como uma ideia,  através de imagens, vídeos ou texto, com teor humorístico é disseminado repetidamente na internet. Diante dessa realidade, pesquisadores do curso de Letras/Português da UESPI, do campus de Piripiri, têm utilizado o meme como um instrumento de pesquisa para entender a memória e o humor nos discursos midiáticos.

Os memes podem ser de pessoas, animais ou assuntos atuais no momento 

As estudantes Alana dos Santos e Valéria Ribeiro fazem a Análise de Discurso (AD) materialista da página de meme “Suricate Seboso”, que ganhou força nas redes sociais (Instagram, Facebook e Twitter), e foi criada pelo cearense Diego Jovino com uma forma caricata de abordar situações e expressões muito conhecidas no Nordeste. Na página, utiliza-se de aspectos linguísticos e visuais para causar identificação no leitor com características do cotidiano do nordestino, mesmo que o personagem principal, o Suricate, seja de origem africana, as demais características acabam por envolver o usuário da internet pelo uso das expressões regionalizadas.

Segundo dados Internet Lives Stats do ano de 2016, o Brasil é o quarto país com o maior número de usuários da internet no mundo todo. O meme já faz parte da realidade daqueles que fazem o uso da internet, especificamente das redes sociais. A página do “Suricate Seboso”, hoje no Instagram, conta com 1,5 milhões de seguidores.
As pesquisadoras ressaltam que o meme é um gênero novo, popular e por isso muitas das vezes é visto como “vulgar”, “simples” e “pobre”, no entanto elas afirmam que o meme é um gênero rico tanto em aspectos linguístico, imagéticos e semânticos, além das críticas e características sociais que pode carregar.

O personagem Suricate Seboso utiliza-se de expressões da região nordeste e causa identificação em usuários 

Para elas, a circulação do discurso humorístico, nesses memes, acontecem com grande força em função do processo de identificação dos leitores com as particularidades estereotipadas (ou não) associadas ao cotidiano do nordestino, tanto por meios linguísticos quanto por aspectos visuais. A estudante Alana afirma que a pesquisa veio para acrescentar sua concepção sobre as áreas da linguística, da educação e da comunidade.
“Os memes do ‘Suricate Seboso’ estão presentes na minha vida e de outras milhares de pessoas. A página trata das mais variadas temáticas proporcionando múltiplos sentidos e resultantes memórias. Posto isso, a materialidade mostra-se significante rica em aspectos discursivos que contribuirá para os estudos da Análise de discurso (AD) materialista, para as  minhas relações sociais como pesquisadora e daqueles que tiverem acesso a esse material”, conta.

O professor Alan Lobo, que está orientando a pesquisa e também outras pesquisas no âmbito de Memória e Humor nos discursos midiáticos, disse que os trabalhos objetivam analisar como se dá o arranjo das filiações e posições assumidas na sociedade brasileira do século XIX diante da temática do humor.

“Em se tratando de uma pesquisa em Análise de discurso (AD) materialista, posso dizer que a pesquisa se encontra na fase de recorte do material a ser analisado que, de certa forma, envolve descrição e breves análises. Estamos estudando os discursos midiáticos a partir de um conjunto de textos publicados em diferentes mídias digitais brasileiras, sem perder de vista como esse material se reflete na contemporaneidade e na sociedade”, pontua o professor.

A Valéria Ribeiro, que também está envolvida na pesquisa, ressalta que pesquisa tem dado oportunidades importantes para elas como estudantes. “O nosso artigo foi produzido a partir dos efeitos de sentidos e o imaginário nordestino presente nesses memes. Inclusive, conseguimos apresentar o nosso artigo em um evento nacional em Recife. A expectativa é que possamos expandir essas discussões mais ainda”, ressalta.

A presentação do artigo no IX SEAD em Recife

As estudantes e o professor tiveram a oportunidade de apresentar seu artigo no IX Seminário de Estudos em Análise do Discurso (SEAD), realizado em novembro de 2019, na cidade de Recife-PE.

Apresentação do artigo no IX SEAD em Recife-PE

Segundo o professor, o seminário discutiu especificamente a questão da montagem do corpus e o proceder analítico em Análise do Discurso em uma perspectiva materialista. O docente destacou que o artigo de suas alunas foi bem recebido nacionalmente e gerou discussões relevantes acerca do tema.

“O artigo foi observado e recebido a partir das suas particularidades, sobretudo por tratar do âmbito do humor e a polêmica que o acompanha, motivo pelo qual é na atualidade uma das esferas de maior repercussão na nossa sociedade”, pontua.

De acordo com os pesquisadores, a linha de pesquisa analisada irá proporcionar um melhor entendimento sobre os efeitos de sentidos ocasionados pelo meme, bem como a valoração dos sujeitos e sua condições de produção. A pesquisa, que faz parte do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC), tem previsão para ser concluída no mês de Junho de 2020 e apresentada no evento de Iniciação Científica da Universidade em outubro.

 

Seu curso tem um projeto bacana e quer ver ele aqui no site da UESPI?
Envie informações à Ascom para o email: comunicacao@uespi.br

Siga a #NossaUespi nas redes sociais: Twitter, Facebook, Instagram e Youtube.