Notícias

20 de Março de 2017

UESPI e FIEPI articulam parceria para mestrado na área de saúde do trabalhador

Por Valéria Soares

Professores dos cursos de saúde, juntamente com o coordenador de pesquisa da Universidade Estadual do Piauí, Gustavo Gusmão, estiveram reunidos nesta segunda(20) com o presidente da Federação de Indústrias Piauienses (FIEPI), Antônio José Filho,  para discutir parcerias para mestrado profissional em saúde do trabalhador. Esteve presente também a Fisioterapeuta, Maryanne Martins, membro do Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional do Piauí (Crefito 14).

A pós-graduação visa a formação de profissionais de áreas da saúde, especialmente a Fisioterapia

A pós-graduação visa a formação de profissionais de áreas da saúde, especialmente de Fisioterapia

A reunião teve como objetivo articular a participação da FIEPI na pós-graduação. O Prof. Dr. Rômulo José Viera, docente visitante lotado no Centro de Ciências da Saúde da UESPI, e o Prof. Dr. de Fisioterapia da UESPI, Marcelino Martins, destacaram que a colaboração da Federação contribuirá no intermédio das empresas piauienses, como também subsidiará ações de qualidade de vida do trabalhador piauiense, através dos profissionais que ingressarem no programa.

A pós-graduação tem foco em estudos e pesquisas na área de saúde do Trabalhador, com ênfase na criação de medicamentos de recursos naturais da região. Para os docentes, a parceria fomenta também a patente dos produtos que serão criados, e qualifica profissionais da federação na prestação de serviços para indústrias.O Presidente, Antônio José Filho, se comprometeu em discutir a solicitação com outros membros da FIEPI.  Ele destacou que estudará as possibilidades de convênio e financiamento de bolsas dos profissionais que ingressarão no programa.

 Atender as demandas que acometem a saúde do trabalhador do estado do Piauí é um dos focos da pós-graduação

A qualificação auxiliará profissionais nas demandas que acometem a saúde do trabalhador do estado do Piauí 

Segundo o Prof. Rômulo Vieira, o programa  prevê a oferta de 15 vagas iniciais, e já conta com o apoio de emenda parlamentar no valor de R$ 200 mil,  do Presidente da Assembleia Legislativa, Themístocles Filho. A proposta do mestrado  será encaminhada para a Comissão de Aperfeiçoamento de Pessoal do Nível Superior (Capes), assim que a pós-graduação formalizar todas as parcerias de financiamento.

Fonte:
Assessoria de Comunicação - UESPI
ascom.uespi@gmail.com