Notícias

23 de Agosto de 2019

I Congresso Internacional Faces de Eros reúne palestrantes do Brasil, França e Portugal

Por Priscila Fernandes

O I Congresso Internacional Faces de Eros acontece entre os dias 28 e 30 de agosto e reúne palestrantes nacionais e internacionais, que irão promover discussões sobre o erotismo nas literaturas e culturas luso-afro-brasileiras.

O evento é promovido pelo Núcleo de Estudos Literários e Gênero (NELG), Núcleo de Estudos Literários Piauienses (NELIPI), Mestrado em Letras da Universidade Estadual do Piauí (UESPI) em parceria com a Universidade de Sorbonne (França) e Universidade de Lisboa (Portugal).

Este Congresso Internacional Faces de Eros surge na sequência da Jornada de Estudos “As Margens de Eros”, realizada na Sorbonne Université (Paris), em 2018. O evento conta com a integração de profissionais da UESPI e das Universidades de Sorbonne e Lisboa. A Profa. Dra. Maria Araújo da Silva, da Université Sorbonne, irá falar sobre as “Margens de Eros na ficção portuguesa contemporânea de autoria feminina”.

“Este é um evento que reúne pesquisadores e estudiosos das faces de Eros e do Erotismo que segue a mesma linha do nosso Congresso realizado em Sorbonne e esperamos abrir um amplo espaço para pesquisas e discussões. Na minha reflexão, cruzam-se diferentes enfoques teóricos passando pela literatura, psicanálise, sociologia, estudos culturais, estudos de gênero e as Teorias Queer”, explica a professora.

O Prof. Dr. Orlando Luiz de Araújo, da Universidade Federal do Ceará (UFC), vai estar em uma mesa-redonda com a temática”Do Belo Amor: Exaltação e Miséria do Enamorado”. A proposta da mesa é tratar do amor e do Eros em uma perspectiva histórica, literária, estética e política, abordando o amor desde seu nascimento como um mito na Grécia.

“Como via Platão, no Banquete ao homenagear o amor, o tema não pode ser fechado numa única perspectiva ou numa definição, mas é plural por essência, especialmente quando se confunde com o desejo, com a energia sexual, com o sagrado e o profano”, pontua.

Cerca de 20 pesquisadores, de outros estados e países, virão ao Piauí para apresentar suas reflexões, o professor destaca a importância desse intercâmbio entre professores, pesquisadores de diversas universidades do Brasil e do exterior. “É sempre um fato interessante, porque podemos discutir nossas pesquisas, podemos dialogar com outros olhares, favorecendo e consolidando a essência da universidade que é a liberdade de pensamento. Esses encontros são uma forma prazerosa de fazer isso”, ressaltou.

 

Seu curso tem um projeto bacana e quer ver ele aqui no site da UESPI?
Envie informações à Ascom para o email: comunicação@uespi.br

Siga a #NossaUespi nas redes sociais: Twitter, Facebook, Instagram e Youtube.