Notícias

12 de Julho de 2019

Setembro Amarelo: projeto da UESPI debate a prevenção ao suicídio

Por Arnaldo Alves

A Universidade Estadual do Piauí (UESPI), realiza entre os dias 23 e 26 de setembro, um projeto de extensão com o tema:”Prevenção ao suicídio: o que sabemos, o que estamos fazendo e o que ainda podemos fazer”, no campus Prof. Barros Araújo (Picos). A atividade é idealizada em alusão ao Setembro Amarelo.

O evento é promovido pela Drª em Políticas Públicas, Conselheira do Conselho de Psicologia do Piauí e professora da instituição, Juliana Barbosa Dias, em parceria com alunos do curso de Jornalismo da UESPI. O objetivo do evento é favorecer o intercâmbio das experiências de estudos em prevenção ao suicídio, com as diferentes áreas do saber, estimulando a interdisciplinaridade.

A programação contará com minicursos, mesa redonda, bem como atividades praticas dentro do campus e no centro da cidade que auxiliem na prevenção do suicídio. Dentre elas, distribuição de abraços e árvore da felicidade. Além disso, estarão presentes na campanha profissionais especializados na área.

Segundo a organizadora do evento, Drª Juliana Barbosa, o projeto de extensão teve sua primeira edição realizada no ano passado. “O suicídio é considerado pela Organização Mundial de Saúde como a segunda maior causa de morte entre os jovens de 19 e 29 anos. Sendo assim, é muito importante trazer essa temática para dentro da universidade. Com o evento, procuramos estabelecer debates sobre o suicídio no Brasil, em especial no Piauí, bem como estabelecer relações com o Poder Público. Além disso, visamos criar estratégias de prevenção ao suicídio com a participação ativa de todos os envolvidos no projeto”, explica a docente.

Em 2018, estiveram presentes no evento, o vice reitor, Evandro Albero, a Gerente de Saúde Mental do Piauí, Gisele Martins, além da palestrante Cinthya Selma

Em 2018, estiveram presentes no evento, o vice reitor, Evandro Alberto; a Gerente de Saúde Mental do Piauí, Gisele Martins, além da palestrante Cinthya Selma

O evento é destinado à profissionais da área de saúde, alunos, pesquisadores, assim como toda comunidade em geral. O aluno do terceiro bloco do curso de Jornalismo da UESPI e coordenador de comunicação do setembro amarelo, Júnior do Vale Lucena, disse que é de extrema importância trabalhar essa temática envolvendo formas de prevenção ao suicídio dentro da universidade.

Setembro Amarelo

Idealizado desde 2015, a campanha do Setembro Amarelo visa alertar a população sobre a realidade do suicídio no Brasil. Além disso, a ação procura demonstrar formas de prevenção, bem como de aproximação dos envolvidos com amigos e familiares.

Para mais informações, acesse as redes sociais do Setembro Amarelo UESPI 

Fonte:
Assessoria de Comunicação - UESPI
comunicacao@uespi.br