Notícias

7 de Dezembro de 2018

UESPI tem seis projetos aprovados no MCTI/CNPq

Por Clayton Gomes

A Chamada Universal nº 28/2018, do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), contemplou 6 propostas de professores da UESPI. O objetivo da chamada é apoiar financeiramente projetos que visem contribuir significativamente para o desenvolvimento científico e tecnológico e inovação do país, em qualquer área do conhecimento.

Os critérios utilizados para aprovação dos projetos foram: relevância científica, originalidade das metas e objetivos, adequação metodológica e viabilidade, trajetória e experiência dos pesquisadores e complementaridade dos parceiros de pesquisas. Os projetos aprovados foram de Faixa A e B, com financiamento de até R$ 30 mil e R$ 60 mil, respectivamente.

Professores com projetos aprovados são parabenizados pela Administração Superior

A Pró-reitora de Pesquisa e Pós-Graduação (PROP), Bárbara Melo, teve seu projeto aprovado. Ela afirma que na chamada de 2018 a UESPI teve o maior número de projetos aprovados na história da instituição. “A aprovação desses projetos é importante porque fortalece as ações de pesquisa e pós-graduação da universidade. Além disso, faz-se importante porque é uma forma dos professores pesquisadores tentarem estruturar seus instrumentos e meios de pesquisas”, pontua.

A Pró-reitora falou, ainda, sobre seu projeto, que analisa e estuda a escrita do aluno universitário. “O objetivo é através da análise dos resumos produzidos no evento de iniciação científica da UESPI perceber como estão as práticas de letramento dos nossos alunos de iniciação científica, isto é, como esse evento institucional propicia práticas de escrita desses alunos”, esclarece.

UESPI teve o maior número de projetos aprovados de sua história

O coordenador da Coordenação de Projetos da UESPI, Laécio Cavalcante, também teve seu projeto aprovado e afirma que os investimentos em pesquisas são essenciais. “São recursos bastante importantes para alavancar as pesquisas que estão sendo feitas na universidade”, explica.

O reitor Nouga Cardoso afirma que a UESPI faz anualmente o chamado à todos os professores para que eles concorram aos editais de pesquisas. “Através desses editais nós conseguimos um aporte de recurso financeiro que vem do Governo Federal para investimentos na melhoria das condições de pesquisa dentro da academia. Além de trazer a possibilidade de investimentos em bolsas de iniciação científica aos discentes”, finaliza.

Confira a lista de professores que tiveram seus projetos aprovados e suas respectivas áreas.

Fonte:
Assessoria de Comunicação - UESPI
comunicacao@uespi.br