Notícias

9 de Fevereiro de 2018

UESPI, Crefito e Fiocruz discutem parceria para capacitar profissionais de Fisioterapia

Por Indira do Vale

Membros da Administração Superior da Universidade Estadual do Piauí (UESPI) receberam na manhã de hoje (09) o representante da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), José Francisco Nogueira; e o presidente do Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional da 14ª Região (Crefito 14), Marcelino Martins.

Marcelino Martins (Crefito) e José Francisco Nogueira ((Fiocruz) durante reunião na UESPI

Marcelino Martins (Crefito) e José Francisco Nogueira (Fiocruz) durante reunião na UESPI

A reunião teve como objetivo discutir parcerias para capacitar profissionais de Fitoterapia. “É extremamente importante pensar na capacitação desses profissionais, e quero agradecer ao presidente do Crefito, Marcelino, que gentilmente fez o convite ao José Nogueira a visitar a universidade, e dessa possibilidade de realizar um entrelaçamento institucional entre a UESPI, o Crefito e a Fiocruz, em uma perspectiva de implementarmos cursos de pós-graduação de formação de pessoas, também cursos de extensão, de forma a inserir a UESPI, o Crefito e a Fiocruz nas políticas de saúde pública do estado”, afirma o reitor Nouga Cardoso.

Administração Superior da UESPI e representantes da Fiocruz e Crefito

Administração Superior da UESPI e representantes da Fiocruz e Crefito

“Estamos em fase de tratativas para o desenvolvimento de um projeto que é uma demanda originariamente do Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional, mas que foi apoiada prontamente por uma consulta que o presidente do conselho fez ao Ministro da Saúde, e em seguida foi apresentada a Fiocruz. A ideia é capacitar todos os profissionais de Fisioterapia em Atenção à Saúde Básica, que se estima que são em torno de 20 mil profissionais”, explica representante a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), José Francisco Nogueira.

Para o presidente do Crefito 14ª, Marcelino Martins, a expectativa de capacitar os fisioterapeutas na Atenção Básica na área de Saúde Pública, vai além de cursos de extensão. “Queremos realizar o projeto piloto do curso de capacitação aqui no Piauí, e buscamos a UESPI e a Fiocruz para podermos dialogar sobre essa capacitação, e durante esse diálogo já vislumbramos a possibilidade de fazer um mestrado e/ou doutorado em parceria com a Fiocruz, pensando sempre na melhoria e a capacitação dos nossos jovens e profissionais da saúde e no mercado de trabalho”.

Fonte:
Assessoria de Comunicação - UESPI
comunicacao@uespi.br